Halloween – Dia das Bruxas

Post escrito originalmente em 31 de outubro de 2014.


Olá a todos! 🙂 Como estão?

Hoje falarei sobre o Dia das Bruxas, também conhecido como Halloween. (Acho que não preciso explicar o motivo deste assunto, né? :p).

Halloween
Imagem retirada deste site.

O Halloween é uma festa mais conhecida e praticada nos Estados Unidos e outros países cujo povo tem raízes anglo-saxônicas. Afinal, a origem dessa festividade é celta, sendo comemorada no dia 31 de outubro, dia que se encerra o verão na Irlanda Céltica.

No entanto, segundo este site, os estudiosos dizem que o nome “Halloween” surgiu da seguinte forma:

“O nome é, na realidade, uma versão encurtada de “All Hallows’ Even”(Noite de Todos os Santos), a véspera do Dia de Todos os Santos (All Hallows’ Day).

“Hallow” é uma palavra do inglês antigo para “pessoa santa” e o dia de todas as “pessoas santas” é apenas um outro nome para Dia de Todos os Santos, o dia em que os católicos homenageiam todos os santos. Com o tempo, as pessoas passaram a se referir à Noite de Todos os Santos, “All Hallows’ Even”, como “Hallowe’en”, e mais tarde simplesmente “Halloween”.”

Todavia, para os celtas, este era o dia em que todos as pessoas que morreram durante o ano, voltariam em espírito a procura de corpos para possuírem. Para este povo, esta seria a única oportunidade de voltar à vida. Seria o dia em que o mundo dos mortos e o dos vivos se misturavam.

Para evitar que seus corpos fossem possuídos, os vivos se fantasiavam e desfilavam pelos bairros de forma destrutiva e ruidosa, com a finalidade de afugentar os espíritos. Também apagavam as luzes das lareiras e fogueiras, para deixar o ambiente escuro, frio e desagradável. Para os celtas, este dia era, também, para cultuar a deusa YuuByeol, conhecida como símbolo (ou deusa) da perfeição.

Com a chegada do Império Romano, essa tradição foi absorvida e mesclada com outras tradições e culturas, não restando quase nada de sua finalidade original.

Outros elementos foram adicionados ao Halloween, com o passar do tempo:

Jack O’ Lantern (Jack da Lanterna):

Jack O' Lantern
Arte de SimonWeaner.

A famosa lanterna de cabeça de abóbora, um dos principais símbolos desta data. A sua origem é do folclore irlandês, provinda de um mito chamado “Jack Miserável“.

Conta-se que Jack, um bêbado incorrigível, bebia excessivamente no dia 31 de outubro, quando o Diabo veio buscá-lo. Então, Jack pede que ele lhe deixasse tomar sua última bebida. O Diabo concede ao pedido. Porém, fazendo jus a seu nome de Miserável, Jack não queria pagar a conta, então convenceu o Diabo a se transformar eu uma moeda para poder pagá-la. No entanto, ao invés de pagar a bebida, Jack pega a moda e guarda em sua carteira, onde havia uma cruz de prata, o que impedia o Diabo de voltar ao normal.

Para libertar o Diabo, Jack faz uma proposta, dizendo que o libertaria se ele prometesse deixá-lo viver por mais um ano. A proposta é aceita e o Diabo é libertado.

Um ano depois, o Diabo veio novamente buscar o Jack, porém, antes disso, ele o convence a pegar uma maçã de uma árvore. Assim que o Diabo sobe no primeiro galho, afim de pegar a fruta, Jack usa seu canivete para desenhar uma cruz no tronco da árvore, aprisionando-o novamente. Então, o Diabo oferece mais 10 anos de vida, em troca de sua liberdade. Porém, Jack recusa, pedindo para que, ao invés disso, nunca mais ele venha buscá-lo. O Diabo aceita e Jack o liberta.

Porém, para seu azar, Jack falece no ano seguinte. Deus não permite a entrada de Jack no Céu e, o Diabo também não deixa que ele vá para o Inferno, já que tinha rancor deste. Ele apenas lhe dá uma queima de carvão e o envia para a noite escura. Jack pega um nabo e esculpe ele, usando-o como lanterna para enxergar. Desde então, ele vaga pelas noites, recebendo o nome de Jack da Lanterna (Jack O’ Lantern).

Quando a tradição de usar as lanternas no Dia das Bruxas foram aos Estados Unidos, eles perceberam que as abóboras eram muito mais abundantes lá do que os nabos, então passaram a usar abóboras para fazerem as lanternas.

As Bruxas:

As Bruxas
Imagem retirada deste site.

Como vimos lá em cima, as bruxas não possuem nenhuma ligação com o Halloween original. Elas vieram de outras lendas e tradições, na qual diziam que as bruxas se reuniam duas vezes por ano: 3o de abril e 31 de outubro, para utilizarem suas magias e feitiços com a finalidade de causar transtornos.

Diz-se também, que se usar a roupa do avesso e andar de costas durante toda a noite de Halloween, encontrarás infalivelmente com uma bruxa à meia noite.

As lendas vieram com os primeiros colonizadores americanos, misturaram-se com os mitos de bruxas dos índios nativos e com as crenças de magia negra dos escravos africanos.

Gato Preto:

Gato Preto
Foto retirada deste site.

Os pobres gatos pretos são vistos como símbolo de azar e mau agouro. Isso pois dizem que são bruxas transformadas em animais. Há quem acredite também, que são espíritos de pessoas mortas em forma de bichos.

Trick-or-treat (Travessura ou gostosura):

Trick-or-Treat
Foto retirada deste site.

A famosa tradição, mais praticada nos Estados Unidos, das crianças fantasiadas irem de casa em casa dizendo “travessura ou gostosura“, onde o morador deve escolher entre dar um doce ou sofrer uma travessura (que consiste em pequenas travessuras na casa desta). Ela tem origem europeia, onde no Dia de Todas as Almas (2 de novembro/Finados), os cristão pediam nas casas os “soul cake” (bolo da alma), que eram bolos cortados em quadrado, feitos de pão e groselha. A cada bolo que recebiam, faziam uma oração para algum parente falecido da pessoa que deu o bolo.

Como podemos perceber, é uma festividade multicultural, que agrega lendas e mitos diversos. Infelizmente, no Brasil ainda não possui muita repercussão (mas parece estar sendo assimilada aos poucos), todavia acho bastante interessante conhecê-la.

É interessante também, que as fantasias não se restringem à bruxas, diabinhos e abóboras. Elas englobam outras figuras de contos, filmes e histórias sinistras como vampiros, fantasmas, múmias, zumbis, caveiras, Freddy Krueger, Frankenstein, Jason, etc. Além de outras que não tem nada a ver como anjos, enfermeiras, duendes, princesas, etc. Tornando-se algo como uma verdadeira festa à fantasia! No Japão, é comum também os cosplays.

Bom, por hora é só!

E nunca se esqueçam! O maior de todos os tesouros são os seus sonhos!

Abraços


REFERÊNCIAS:

~> Além da Imaginação
~> Wikipédia – Dia das bruxas
~> Wikipédia – Jack-o’-lantern

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s