SEICHO-NO-IE: Homem filho de Deus

Post escrito originalmente em 14 de junho de 2011.


Olá a todos! Como vão? 🙂

Faz tempo que não posto, né? Andei meio ocupado esses dias! E como passaram o dia dos namorados? Eu fui pra Itapetininga fazer uma sessão de fotos de duas amigas! Foi divertidíssimo! 🙂 (Na época do post original.).

Bom… O assunto que vou tratar hoje é um trecho da SEICHO-NO-IE! É o seguinte:

Homem Filho de Deus
08 May 2001 — Big daddy — Image by © Ryszard Horowitz/CORBIS – Foto retirada deste blog.

Tudo de bom surge da convicção de que o homem é filho de Deus.

“Todas as coisas boas surgem da convicção essencial: ‘O homem é filho de Deus – eis a crença correta.’
Tendo-se essa fé como base de tudo, ocorrem mudanças como reflexo da mente: cura de doença, rápida melhora da situação, etc.”
(Taniguchi Masaharu – Livro: Yamai ga Kieru)

Existe Verdade mais maravilhosa que esta? Apesar do trecho mencionar Deus, mesmo quem seja de outra religião, sempre há uma entidade “criadora“, a SEICHO-NO-IE chama de Deus. Acreditando nessa entidade, que na verdade é a força que faz funcionar tudo no universo, conseguimos todas as coisas boas!

Todos sabem que Deus é perfeito (até mesmo quem não acredita sabe dessa “característica” dEle, certo?). Se Deus é perfeito, e somos filhos de Deus, portanto, somos perfeitos também.

Tudo o que é imperfeição, não é realidade! Não é criação de Deus! Admitir que o é, seria o mesmo que aceitar que Ele é imperfeito, o que é um absurdo! Então, a doença, o sofrimento, a tristeza, o ódio… enfim, tudo o que é negativo, não existe, é imperfeição e não é criação de Deus.

As doenças e sofrimentos que o homem passam, são consequências e/ou reflexo de ilusões criadas por pensamentos/atos do próprio! Mas aí você pode dizer: “Nunca desejei ficar doente, nem mesmo pensei nisso!”. Talvez, realmente não tenha pensado explicitamente. Mas teve algum pensamento negativo, como por exemplo “Que trabalho chato de se fazer…”; ou “Não estou com vontade de ir para tal lugar…”. Nesses casos, podemos atrair alguma infelicidade, que nos impedirá de realizar o trabalho ou ir ao lugar indesejado.

Pensamentos e sentimentos negativos, como ódio, raiva, inveja, ciúmes, ansiedade, auto cobrança, etc. também criam infortúnios! Por exemplo, pessoas que estão constantemente nervosas, podem contrair problemas gástricos! (A própria medicina tem admitido isso.).

Se todos nós nos conscientizarmos de que somos filhos de Deus, e que somos maravilhosamente perfeitos, entendendo que tudo o que é imperfeição inexiste, e aceitarmos de coração essa verdade, com certeza as infelicidades desaparecerão e tudo em nossa vida irá melhorar!

Hoje, encerro por aqui!

E nunca se esqueçam! O maior de todos os tesouros são os seus sonhos!

Abraços!

Anúncios

2 comentários em “SEICHO-NO-IE: Homem filho de Deus

  1. faço estudos teológicos a mais de 50, já li livros de varias ceitas e religiões, li a bíblia de capa a capa e estou continuamente fazendo estudos e pesquisas bíblicas sobre os mais diversos assuntos. Sou formado em filosofia pelo Claretiano. Aprendi que para achar alguma coisa sobre isso ou aquilo devemos ter validação sólida. quando o assunto é teológico, o único meio de validação é a bíblia, só ela é um livro que traz as determinações de Deus, e não é fruto de filosofia humana. Quanto a a ser filho de Deus, o único foi Jesus Cristo, o “Unigênito do Pai” João 3:16, o único gerado, Hebreus 1:5. o Homem só se torna filho pelo nascimento espiritual, recebendo Jesus como Salvador e Senhor, João 1: 12

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá Joaquim! Como vai?

      Primeiramente, muito obrigado pela visita em meu blog! 🙂
      Todo comentário e/ou opinião é bem-vindo, pois amplia nosso acervo cultural e visão sobre o assunto.
      Respeito sua opinião. Não sou católico, por isso, seu comentário me foi muito interessante!
      No entanto, para mim, o homem é criação de Deus, pois não acredito que exista outro criador além dEle.
      Também creio que Ele ama e olha igualmente por todas as suas criações, sem discriminação por credo e/ou caminho escolhido, pois não me faz sentido dar livre arbítrio e, concomitantemente, obrigar a seguir um único.

      Todavia, ao meu ver, cada um deve encontrar a religião e/ou filosofia que melhor trás paz de espírito (penso que esta é a vontade dEle, Paz, Amor e Harmonia a todos), pois todas são válidas, desde que conduzam seus seguidores ao caminho do bem.

      Gratidão pela contribuição!
      Abraços

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s