Quanto vale um “te amo”?

Post escrito originalmente em 20 de julho de 2012.


Olá para todos! 🙂 Como vão?

No post de hoje responderei à esta pergunta do título: “Quanto vale um ‘te amo’“?

Quanto vale um "te amo"?
Imagem retirada deste site.

Já fiz vários posts sobre o tema amor (posts relacionados a seguir, alguns ainda no blog antigo), mas hoje falarei não de seu significado verdadeiro, mas quanto está “valendo” um “te amo” nos dias de hoje.


Posts relacionados:

~> Amor
~> Eu te amo
~> O amor verdadeiro
~> O que é o Amor?
~> Os 10 Mandamentos do Casal
~> Sofrendo de amor
~> SEICHO-NO-IE: Amor-apego x Amor que vivifica
~> SEICHO-NO-IE: ASSIM SE CONCRETIZA O AMOR
~> SEICHO-NO-IE: O grau mais elevado do amor
~> Beijo
~> Desilusão amorosa


É comum ver nas redes sociais pessoas dizendo “te amo” para várias pessoas ao mesmo tempo. Quando se questiona, recebe-se a resposta: “É que eu amo meus amigos!“.

Não há nenhum mal em gostar tanto de todos os amigos, existe até o termo “amor de amigo“, mas será que é legal expressar-se dizendo “te amo“? Principalmente no caso de ser alguém do sexo oposto. Isso pode acarretar em um monte de problemas e mal-entendidos! Alguns deles são:

– O amigo(a) pode trocar as bolas achando que há um sentimento especial aí, iludindo-o(a). Decepcionando-o(a) depois, ao ver que essa pessoa diz “te amo” para todos. Isso pode ferir seriamente os sentimentos de alguém.

– Quando encontrar sua alma gêmea, o que vai dizer? “Te amo” também? Percebem que, para alguém que diz essas palavras para muitas pessoas, elas perdem valor?

– Pode afastar amigos(as) que namoram. Os respectivos namorados desses(as) amigos(as) não vão gostar de ver outra pessoa dizendo “te amo” aos seus parceiros(as). Sem contar que pode deixar esses amigos(as) sem saber o que fazer, se responde ou não.

– Mesmo que esse amigo(a) seja solteiro, pode tirar oportunidades deste. Suponhamos que haja alguém gostando desse amigo(a), essa pessoa vendo este recebendo “te amo” seu, certamente ficará receoso(a) de se aproximar, ou tentar se declarar.

Esses são os problemas que me vêm na cabeça agora, mas com certeza, devem haver muito outros.

Sinceramente, houve uma época em que eu também agia assim, e tive alguns problemas como os citados acima. Atualmente eu evito de dizer “te amo”, a menos que eu tenha certeza de que esta pessoa seja alguém por quem eu esteja realmente apaixonado.

A frase “te amo” não foi feita para se falar à todas as pessoas que gostamos, ou sentimos carinho, mesmo que sejam pessoas que realmente amamos. Ela existe para ser direcionada à pessoa especial, quem você escolheu para ser parceira(o) pelo resto de sua vida, mesmo que não dê certo, mas se naquele momentos se sentir assim, não há problemas! Além desta pessoa, é claro que dizer “te amo” aos pais e avós também é aceitável, pois são as pessoas mais importantes de nossas vidas, sem dúvida. Mas, fora isso, não aconselho a pronunciar estas palavras a outras pessoas.

Nesta postagem estou desconsiderando as pessoas que dizem o “te amo” para conquistar um ficante, ou para brincar com os sentimentos de outrem. Já que estes entram na categoria “falsos românticos” (já falei deles em outro artigo), em minha opinião, e no geral, são pessoas que não se importam em machucar o próximo.

Por fim, reforço minha opinião, expressa em outros posts e poesias: Tanto as palavras “eu te amo“, como os beijos e até mesmo uma relação mais “adulta” só devem ser colocadas em prática com a pessoa que realmente amamos, tem que ser aquela pessoa única, que você aceita e gosta independente de seus defeitos, manias, qualidade, como, onde, quando e porque! Alguém com quem se deseja estar junto sempre, mesmo sem motivo, e pelo máximo de tempo possível.

Quando se encontra alguém assim, e essa pessoa te corresponde da mesma forma, aí sim, o seu “te amo” vai valer o que realmente deveria valer!

Bom, por hora é só!

E nunca se esqueçam! O maior de todos os tesouros são os seus sonhos!

Abraços!

Mensagem para os anjos – Sessão Túnel do Tempo

Olá a todos! Como vão? 🙂

Esta é uma repostagem dupla especial! É uma versão atualizada dos posts “Mensagem para os anjos” (1º de setembro de 2011) e “Sessão Túnel do Tempo” (22 de agosto de 2014), publicados em meu blog antigo. Estou dando uma enxugada nele e acrescentando algumas pessoas!

Esta pequena homenagem, é um resumo de minha vida, e a expressão de minha mensagem de gratidão aos anjos de minha vida! Chamo de anjos, o maior dos tesouros na vida de um ser humano, e que, muitas vezes, nem percebemos…

Anjo Dourado, É bom ter você do meu lado.
Anjo Dourado, É bom ter você do meu lado. – Foto de: Elson Diogo Masuzawa.

Deixo esta à todas as pessoas que foram, são e ainda serão importantes para mim! Para os que passaram brevemente em minha vida, mas que fizeram toda a diferença, aos que não converso mais, para os atuais grandes amigos, para os velhos amigos, familiares, para aqueles que se foram… Enfim… Para TODOS! Muito obrigado!

As lembranças que tenho de todos são lembranças preciosas! Todas elas! As boas, as ruins, as engraçadas, as tristes, as tensas… São todas importantes! Fazem parte do que eu sou hoje! E por isso, eu as guardo com tanto carinho!

Enquanto eu viver, terei todas essas memórias e me encarregarei de nunca esquecê-las! E, quando eu não estiver mais neste mundo, desejo que os que ficarem, continuem se lembrando! Ou, se por acaso esquecerem-se, que alguém encontre estas palavras que escrevo aqui, agora… E que se lembre que, pelo menos um dia, o dono deste blog, teve tesouros inestimáveis chamados anjos, essas pessoas de valor incalculável.

Por isso, esse post é tão especial! Talvez seja um dos meus maiores tesouros!

Agradeço principalmente aos meus pais (papis e mamis) e minha família: avós, tios e primos (não citando nomes, pois é muita gente!). E também à minha amada e eterna irmã! 🙂 Creio que estas pessoas são as mais importantes, pois são e/ou estão ligadas às raízes do meu existir.

Para começar, quero agradecer à minha grande e querida amiga de infância Marie~chan! Sem palavras para explicar a sua importância na história de minha vida! E ainda hoje, é muito especial para mim! Muito obrigado!

Mural de Pessoas Especiais
Mural antigo – pessoas que me são/foram importantes!

Além disso, tenho muitas outras pessoas a agradecer, mas vou dividi-las por “grupos”, para facilitar lembrar de todo mundo!

– Internet (que conheci na net ou que só tenho contato através desta): Mee~chan, Marya, Nathália Catalani, Roo (Rosana), Cindy, Ta~chan, Mih, Rita Cássia, Rita Chavez, Hyll, Julia, Érica, Carol Kimura, Ayrton-san, Joelma, Cris Ura, Aninha, Anna Cláudia, Milena, Letícia, Naru~chan, Aiko, Viviane, Dan, Jaque, Gabriel, Jéssica, Saa (…); às amizades internacionais como a NaSha e a Yuuka; e um destaque especial para Yuki~chan, Gil, Ry~chan e Tomi~chan.

– 2ª família (Kojiki): Érica, Su, a eterna Miki, Hiro, Camila Sayuri, Jezreel, Ismael, Manu, Mariana, Dani (…);

– Vovó Sanduca: Tia Audrei, Tia Maria do Carmo, Rodrigo, Fernando, Bruninha, Felipe, Vinícius, Larissa (…);

– OSE COC: Thaís, Vanessa, Luciana, Érica, Karina, Mariane, Gislaine, Marina, Gláucia, Lincoln, Henry, Henrique, Hugo, Ronaldo, Yago, Felipe, Filipe, Daniel, Júlio, Suemy, Elis, Laura, Zeca, Fernando, Débora, Mariana, Douglas, Raphael, Talita Lygia, Arnaldo, Thiago, Tiago, João Luís (…);

– Monteiro Lobato: Rogério, Elmer, Mário, Celão, Salin, Rikio, Cao, Renata, Tânia, Vitor, Mariana, Pri, Fer, Fê, Danni, Luana, Michelle, Bruninha, Fabi, Elyane, Thatiana, André, Leandro, Cacheta, Du, Priscila, Guilherme, Eliana, Martha, João Marcos, Rosemary, Esther, Cidinha, Madalena, Cida (…);

– CNA: Camila Yano, Dani, Alessandra “Turtle”, Marcelo, Ana Cláudia, Bárbara, Ciba, Laís, Letícia, Luíz, Cidinha, Sérgio, William, Carol, Patrícia, Pâmela, David, Alex, Alessandra (…);

– Gaivota: Luciana Proença;

– Anglo: Eliane, Beatrice, Aline, Andréia, Débora, João, David, Poda, Pedro, Pini, Buda, Bruno, Rafael, Keila, Mariana F., Mariana S., Adriane, Cinthia, Gabriel T., Gabriel B., Felipe, César, Vitor, Tiago, Fabi, Luíza, Andrei, Bruna, Marcela, Elise Miwa, Caione, Ionara, eterno Coppi, Adélcio, Marcelo, Diógenes, Tita (…) e pessoas que conheci através de amigos do Anglo: Aline T. R. e a Emily, Camila Baldini, Fabi Ishi, Camila Rosa, Mariana (…);

– ACENBI: Verônica (com quem cantei Deai no Chikara);

– Objetivo: Alana, Pathe, Tati, Bruno, Keiti, Mabel, Jéssica (…);

– UNESP: Verônica, Marcello, Midori, Débora, Bel, André, o eterno Rick, Marcelo, Marina, Fish, Kallyne, Renata, Fanny, Ana Paula, Érico, Raduan, Yvana, Fernando, Gisele (…);

PUC-Camp: Emilyzitcha, Crisela, Clis, Rapha, Fábio, Monique (da Agência Mira), Tommy, Murillo, a , o , Thiago, André, Maria Thereza (que estiveram comigo desde o início do curso), a Bru, o Henrique, a Civer, a Cássia e a eterna Lilly (pela companhia no La Bodega e nas outras saídas), ao eterno Sr. Albino, Ariane, Rafa, Rebeca, Raul, Marcelo, Bruno, Raquel, Thalita, Rebeka, Nathália, Camila, Raissa, Victor, Marcela (pessoal da van), a Paula, Gugão, Laila, Talita, Paulinha, Priscila, Laís, Ana Elisa, Aline, Taluh, Jéssica, Dedo, Rodrigo, Renata, Gaby, Bixete, Mariana, Ana Laura, Keissy, Marcela, Fernanda, Fred, Maurício, Renata, Joelma, Márcio, Flailda, Terezinha, André, Dulce, Rita, Silzete (…); também, às pessoas que conheci através de colegas da PUC, como a Adriana, Myh, a Aline, o Michel, Aline (…);

– Senac: Erika, Camila (…);

– Focus: Camila, Pâmela, Aline, Pedro, Liliane, Tati, Vanessa, Keila, Diego, Julia, Priscila (…);

– TAO Conteúdo: Jorge e família, Edson e Emerson;

– Rizzo: Maria, Ciane, Alexandre, Luíz, Néia (…);

– Nihongakko/Karaokê: à professora Julia, muito obrigado pelos ensinamentos e pela amizade;

– Kimio Hair: à querida Kelly (desculpe por sempre dar-lhe tanto trabalho!), ao Lauro, à Luma, à Laura (…);

– Pet Cursos: Cintia, Rogério, Val, Samara, Paulinha, Neide, Thiago, Mileny, Suellen, Alessandra, Milena, Marcos, Sandra, Luciana, Daniella, Juliana, Rose, Ray, Laís, Ariane, Leandro (…);

E todas as demais pessoas que passaram por minha vida! Gostaria de citar todos os nomes! Mas é impossível, já que são tantos! Peço desculpas por isso, e pelos nomes que não me lembrei por agora!

Para continuar com a nostalgia, falarei da Sessão Túnel do Tempo que fiz em meu Instagram, em meados de agosto de 2014. Creio que de vez em quando é bom olharmos o passado, relembrarmos os bons momentos. Muitas vezes rememoramos sentimentos importantes que podem nos ajudar a seguir em frente, ou tomar atitudes diferentes para construir um futuro melhor. Postarei todas as sessões que fiz, como uma homenagem e agradecimento ao meu passado! 🙂

1. SESSÃO TÚNEL DO TEMPO – INFÂNCIA:

Sessão Túnel do Tempo - Infância

É no nascer do Sol que se deve apreciar as coisas mais belas e simples da vida. Quando podemos sorrir sem preocupações, chorar com sinceridade e tropeçar enquanto corremos para o futuro.

2. SESSÃO TÚNEL DO TEMPO – JUVENTUDE 1 (2001 – 2002):

Sessão Túnel do Tempo - 2001 - 2002

Toda lagarta, antes de voar como uma bela borboleta, passa por um período de transformações, no estágio de crisálida. Assim é, também, a vida. Períodos de mudanças são necessários para o amadurecimento. No entanto, essa época pode ser repleta de sorrisos e bons momentos.

3. SESSÃO TÚNEL DO TEMPO – JUVENTUDE 2 (2003):

Sessão Túnel do Tempo - 2003

O processo de amadurecimento das frutas é lento, porém, a Natureza não se inquieta. A doçura das frutas é algo que deve ser desenvolvido com paciência e com sentimentos leves e calorosos.

4. SESSÃO TÚNEL DO TEMPO – DESABROCHAR (2004):

Sessão Túnel do Tempo - 2004

É no desabrochar das flores que encontramos o clímax da doçura da alma.

5. SESSÃO TÚNEL DO TEMPO – SUPERAÇÃO (2005):

Sessão Túnel do Tempo - 2005

Não se pode alcançar estrelas sozinho, para superar a distância, é preciso asas. Asas com penas de sonhos, amizades, companheirismo, esperanças…

6. SESSÃO TÚNEL DO TEMPO – RECOMEÇO (2006):

Sessão Túnel do Tempo - 2006

Não existe um único caminho certo na vida humana. Cada um deve trilhar o caminho que desejar, no entanto, isso não significa que não se possa errar e escolher um novo caminho para encontrar os sonhos e a felicidade.

7. SESSÃO TÚNEL DO TEMPO – PRIMAVERA (2007):

Sessão Túnel do Tempo - 2007

A Primavera é a estação mais doce do ano. No entanto, para alguns, dura alguns instante. Para outros, dura a vida toda. Mas uma coisa é certa, mesmo que a primavera termine, infalivelmente ela voltará a surgir, após o inverno.

8. SESSÃO TÚNEL DO TEMPO – AMADURECER (2008):

Sessão Túnel do Tempo - 2008

O amadurecer só vem após muitos erros e arrependimentos, que são de grande valia para adquirirmos experiência. Mas não se enganem! Nunca estamos maduros o suficiente na caminhada da vida, o amadurecer é um processo eterno na vida do homem.

9. SESSÃO TÚNEL DO TEMPO – ANJOS (2009):

Sessão Túnel do Tempo - 2009

Por vezes, aparecem Anjos em nossa caminhada. Geralmente, disfarçados de humanos e que, mesmo sem eles próprios saberem, salvam nossas vidas.

10. SESSÃO TÚNEL DO TEMPO – GRADUAÇÃO (2010):

Sessão Túnel do Tempo - 2010

Durante nossa vida, nos graduamos diversas vezes. Não só na escola/colégio/faculdade. Mas também de momentos, pessoas, períodos de nossas vidas. Graduar-se na faculdade, por exemplo, não é só concluir os estudos e receber um diploma. É desejar “boa sorte” à todos que trilharam o mesmo caminho com a gente até então. Pois, querendo ou não, cada um segue seu caminho próprio.

11. SESSÃO TÚNEL DO TEMPO – MAGIA (2011):

Sessão Túnel do Tempo - 2011

Nunca devemos nos esquecer da magia da vida. Os momentos e pessoas mágicas que cruzam nosso caminho, e nos encantam e fazem sorrir. Estes mesmos, muitas vezes nos ensinam lições únicas. O que seria da vida sem a magia?

12. SESSÃO TÚNEL DO TEMPO – 覚悟/Kakugo (2012 – 2014):

Sessão Túnel do Tempo - 2012 - 2014

覚悟” (kakugo) significa algo como “resolução”. Não importa quantas noites escuras tenha se passado. Temos que encarar o novo amanhecer com uma resolução inabalável. Essa coragem, essa força de vontade é o que quero continuar desenvolvendo daqui para frente!

Nessas minhas sessões, têm muitas outras pessoas e momentos que gostaria de colocar, mas não posso. Contudo, o importante é relembrar os sorrisos e as alegrias, para sorrir novamente!

Não sei o que me espera no futuro, se estarei só ou acompanhado, se encontrarei novos sonhos para correr atrás… Não sei! Mas sei que meu passado foi brilhante, com pessoas maravilhosas (sem exceção)!

E, mesmo os tantos momentos de trevas, me foram experiências únicas para meu amadurecimento…

Muito obrigado passado; vamos nessa presente; e me aguarde futuro!

Bom, acho que já falei tudo o que queria! 🙂

Por hoje é só! Até a próxima!

E nunca se esqueçam! O maior de todos os tesouros são os seus sonhos!

Abraços

O melhor Ginecologista…

Post escrito originalmente em 23 de maio de 2012.


Olá a todos! 🙂 Como vão?

Hoje vou postar um e-mail que recebi de meu tio, ele aborda um assunto bastante polêmico. Depois de transcreve-lo, falarei sobre minha opinião em relação a este assunto. Deixando claro que é somente minha opinião, e não uma verdade.

O melhor Ginecologista…

Muito Boa!!! esse é pra todos aqueles que são MODERNOS e por isso são a favor do ABORTO!!!!!!! Não deixem de ler, é rapidinho, em poucas linhas uma lição de vida!

O Melhor Ginecologista!

Uma mulher chega apavorada no consultório de seu ginecologista e diz:
– Doutor, o senhor terá que me ajudar num problema muito sério… Este meu bebê ainda não completou um ano e já estou grávida novamente. Não quero filhos em tão curto espaço de tempo, mas num espaço grande entre um e outro…

O médico então perguntou: Muito bem. O que a senhora quer que eu faça?

A mulher respondeu: Desejo interromper esta gravidez e conto com a sua ajuda. O médico então pensou um pouco e depois de algum tempo em silêncio disse para a mulher: acho que tenho um método melhor para solucionar o problema. E é menos perigoso para a senhora. A mulher sorriu, acreditando que o médico aceitaria seu pedido.

Ele então completou: Veja bem minha senhora, para não ter que ficar com dois bebês de uma vez, em tão curto espaço de tempo, vamos matar este que está em seus braços. Assim, a senhora poderá descansar para ter o outro, terá um período de descanso até o outro nascer. Se vamos matar, não há diferença entre um e outro. Até porque sacrificar este que a senhora tem nos braços é mais fácil, pois a senhora não correrá nenhum risco…

A mulher apavorou-se e disse: Não doutor! Que horror! Matar uma criança é um crime!

Doutor: Também acho minha senhora, mas me pareceu tão convencida disso, que por um momento pensei em ajudá-la. O médico sorriu e, depois de algumas considerações, viu que a sua lição surtira efeito. Convenceu a mãe que não há menor diferença entre matar a criança que nasceu e matar uma ainda por nascer, mas já viva no seio materno.

O CRIME É EXATAMENTE O MESMO!!!
*Se gostou, repasse. Juntos podemos salvar uma vida!

Você sabe desde quando Deus te ama?

DESDE O VENTRE DA TUA MÃE!

Então, já havia pincelado este assunto no post sobre “Filhos“.

O melhor Ginecologista - sobre o aborto
Foto retirada deste site.

Deseja-se praticar o aborto , obviamente, quando a criança no ventre da mãe é indesejada.

O e-mail acima retrata bem o meu modo de pensar. Ao meu ver, o ser que está no ventre da mãe já é uma vida. Enxergando o lado espiritual (para quem acredita), o feto já tem um espírito, e não é uma suposição de minha parte, coloco minha mão no fogo por esta afirmação (tenho meus motivos pessoais para acreditar nisso). Portanto, se está vivo, abortar e assassinar um bebê que já nasceu são atitudes equivalentes.

No entanto, vendo pela perspectiva dos que acreditam que um feto não pode ser considerado como vivo (deixando claro que minha opinião pessoal é discordante), então, abortar seria uma atitude natural. Porém, sendo uma atitude natural, porque trás tantos riscos para a “mãe”?

Há aqueles que dizem: “Se o feto é considerado vivo, então o espermatozoide e o óvulo também estão. Portanto, milhões deles morrem em outras ocasiões; sendo a mesma coisa.”. Isso é bastante complexo. Não tenho uma resposta científica para este argumento. Mas posso dizer o que acredito: O espermatozoide e o óvulo são células vivas sim, assim como as células de nossa pele, por exemplo. Apesar de estarem vivas, não possuem consciência (pode ser chamado de alma também, para quem acredita). Por outro lado, o feto, já possui esta consciência. Prova disso é que ao ler livros e conversar com o ser na barriga da mãe, estimula a inteligência e o aprendizado desta, que tem facilidades após nascer, com o que foi “ensinado” quando era um embrião (para quem duvida veja.). Todavia, se lermos e conversarmos com um espermatozoide ou óvulo, o futuro bebê não é estimulado.

Atualmente existem vários métodos anticoncepcionais eficientes e de fácil acesso. Se um casal não deseja ter filhos, deveriam evitá-los. Ao meu entender, a coisa piora quando o ato é cometido por pessoas que não se amam de verdade, fazendo apenas por prazer… Digo que piora, pois para mim, este ato é uma demonstração extrema de amor. Mas este já é outro assunto, no qual já abordei algumas vezes, sutilmente, em outros posts e deixei bem claro minha visão sobre isto (alguns posts: Beijo, Amor, Homem fiel não tem preço… (mulher também!), Amor x Desejo, O amor verdadeiro & Onde está o amor? E o respeito? E a justiça?).

Outra perspectiva bastante polêmica e de difícil posicionamento é o aborto em casos de gravidez originada após estupro. Nestes casos, é compreensível que a mãe não deseje dar a luz à criança. No entanto, há o dilema do fato do bebê não ter culpa do ocorrido (creio que quanto a isso, ninguém discorda). Não acho correto assassiná-lo(a) só porque ele(a) teve a infelicidade de ter um pai mau-caráter. Isso é o mesmo que ceifar seu direito de escolher entre viver ou morrer. Mas também não acho legal a mãe ter a criança contra a vontade. Essa repulsa pelo(a) filho(a) seria percebida pela criança, afetando-a de forma muito negativa. Sinceramente, não vejo uma saída plausível. Outra ideia seria deixá-la para adoção, entregando-a a uma família que vá criá-la com o carinho de verdadeiros pais. Embora, o ideal é que a própria mãe desligue a associação da criança com o infortúnio do estupro, e crie a criança com todo o amor que ela merece.

O assunto é bastante delicado, polêmico e até interessante de se discutir, quem quiser deixar sua opinião sobre o assunto, fique à vontade. Só peço respeito às opiniões alheias.

Por hora é só!

E nunca se esqueçam! O maior de todos os tesouros são os seus sonhos!

Abraços!

Família Ideal

Post escrito originalmente em 13 de maio de 2012.


Olá para todos! 🙂 Tudo bem?

No post de hoje, falarei sobre o que penso ser uma família ideal! Que, aliás, é o que sonho um dia sonhei em construir.

Família Ideal
Imagem retirada deste site.

Ao meu ver, o principal fator em uma família é a união! A amizade e confiança entre todos os membros desta. Isso implica em cumplicidade entre pais e filhos, ou seja, qualquer problema que surja na vida de qualquer um, poderá ser compartilhado e, juntos, poderão buscar uma solução.

Cada membro da família (pais, filhos e irmãos) devem se conhecer verdadeiramente. O interesse pelos gostos de cada um, conhecer os sentimentos e os sonhos um do outro. E, o apoio mútuo para que todos possam alcançá-los.

Pai e mãe devem se amar incondicionalmente, serem carinhosos um com o outro, inclusive na presença dos filhos, servindo de exemplo de como deve ser um casal. (Claro, carinhos moderados, sem intimidade na frente dos pequenos, né? ^.^).

Em relação à educação do filho, antes de tudo, deve-se dar muito amor e carinho às crianças, para que elas entendam que são amadas pelos pais, e que quando precisarem podem contar com eles. As broncas devem ser evitadas, e quando eles errarem, devem lhes ser chamado a atenção, mas nunca de forma brusca. É possível manter a autoridade sem precisar partir para a ignorância. Afinal, as crianças costumam espelhar-se nos pais, tomando tal atitude, é o mesmo que ensinar a intolerância, agressividade e embutir o medo nelas. O ideal é sempre explicar claramente, de forma séria e direta, o porque é errado, conversar e esclarecer as possíveis dúvidas desta. Agredir a criança, nem pensar!

Se um dia os pais se descontrolarem e se irritarem com os filhos, os pais devem se desculpar, abraçar a criança e dizer que as ama. O mesmo vale para os filhos, quando errarem com os pais, devem pedir perdão, e em ambos os casos, ele deve ser concedido.

Deve-se tomar cuidado para não ser superprotetor com os filhos, para que eles aprendam a se virar. Mas estar sempre atento em sua segurança. É preciso deixar a criança “quebrar a cara” tentando fazer, seja lá o que for (desde que seja algo construtivo), recebendo incentivo dos pais. Um conselho, uma dica ou um ensinamento são sempre bem-vindos também! Isso desenvolve a autoconfiança, muito importante para a vida desta. Ajudar sempre, ou fazer tudo pelo(a) pequenino(a), é o mesmo que dizer “você não é capaz de fazer isso, deixe-me ajudar/fazer por você”. E, quando ele(a) precisar fazer aquilo, terá dificuldades, pois o maior obstáculo ao tentarmos fazer algo é o medo de falhar/insegurança. E, se a criança falhar, deve-se animá-lo, dizendo que foi muito bem, reconhecendo o esforço, e incentivando para que ele(a) consiga numa próxima vez.

Antes de falar algo à criança, os pais devem entrar em consenso, para que não ocorra de o pai dizer uma coisa e a mãe o oposto. Quando isso ocorre, o(a) filho(a) fica confuso(a). E se isso for frequente, a criança acaba deixando de obedecer ambos, seguindo o que lhe der na telha.

O respeito deve prevalecer entre todos os membros da família! Se a mãe desrespeitar o pai ou vice-versa, na frente dos filhos, o moral do desrespeitado para com os filhos diminui, e se isso acontece, as crianças passam a não confiar nem respeitar este. Isso desestabiliza a harmonia no lar.

Deve-se sempre cuidar para que os pequenos cresçam com um bom caráter, pessoas de respeito, porém, preparadas para enfrentar este mundo com dignidade e honestidade.

Durante as refeições, todos devem conversar alegremente! Nada de assistir TV enquanto comem. Com o ritmo dos dias de hoje, as horas das refeições são um dos poucos momentos em que a família se reúne, portanto, é essencial a família dialogar e se divertir neste momento.

Apesar disso, acredito que os familiares deve sempre se esforçar para passarem o máximo de tempo juntos! Seja um momento a dois do casal, seja pai e filhos, ou mãe e filhos… mas, o ideal, é a família toda junta! Deve-se dialogar sempre que possível! Em uma família ideal nunca se tem receio de falar, pois, por haver confiança, todos podem dizer o que sentem, sem medo ou vergonha!

Um de meus sonhos é formar uma família mais ou menos assim, o que considero ser uma família ideal! 🙂 (meu sonho).

Bom, por hora é só!

E nunca se esqueçam! O maior de todos os tesouros são os seus sonhos!

Abraços!

Pais e Sogros

Post escrito originalmente em 05 de janeiro de 2012.


Olá para todos! 🙂 Como vão?

No post de hoje falarei sobre a relação entre genro (nora) e sogros, que para muitos, não é um assunto muito agradável.

Pais e Sogros
Foto retirada deste blog.

Acredito que no mundo inteiro, o senso comum (ênfase para as aspas) diz que sogra e nora não se dão bem… Tanto que existem inúmeras piadas em relação a esse assunto, sendo algumas de muito mau gosto. E, quando se presencia casos em que assim o é, é visto por muitos como “normal“.

Mas será que sogra e nora tem que ter um relacionamento assim?

Ao meu ver, os sogros seriam como segundos pais, portanto, deveríamos amar e respeitá-los, da mesma forma como amamos e respeitamos nossos próprios pais. E deveríamos lhes ser gratos, pois foram os nossos sogros que colocaram no mundo, educaram e criaram nossa alma gêmea! É algo tão óbvio, que ao meu ver, as pessoas deveriam estranhar a ausência dessa gratidão.

Na maioria das vezes, tudo começa com o receio inicial que se tem, principalmente entre sogra e nora (podendo ocorrer também entre genro e sogros), que, ao conhecer seus sogros já vai com o pensamento “acho que eles não vão gostar de mim”. E a sogra(o) já pensa “minha nora (genro) não vai com a minha cara”. Esse pensamento, mesmo que inconsciente, é captado por ambos os lados, e é por isso, que geralmente sogros não se dão bem com noras (genros). O encontro inicial já é realizado com ambos os lados na defensiva (mentalmente, é claro).

Obviamente, estou falando no geral. Há muitos sogros que se dão bem com seus(suas) respectivos genros(noras), o que deveria ser o comum.

Outra possibilidade que pode ocorrer, é a sogra guardar em seu interior o sentimento de que a nora está lhe “roubando” o amor do filho. O principal argumento de quem pensa dessa forma, é que foi ela a responsável de colocar ele no mundo, além de ter se dedicado a criar, educar e cuidar do filho. Claro que ela tem o mérito de tudo isso, e é exatamente por isso que o sentimento de gratidão para com os sogros é importante. Todavia, não significa que a mãe tenha direito exclusivo do amor dele, e muito menos, que ele seja um pertence de sua mãe. Para começar, o amor que o filho sente pelos pais não muda em nada quando ele encontra o amor da sua vida.

Se houver amor e respeito sinceros em relação aos sogros, certamente estes irão reconhecer e retribuir esses sentimentos. Em uma união, nenhuma família perde seus filhos(as), pelo contrário, ganham um(a).

Eu ainda não tenho sogros, mas desde já, sempre agradeço a eles (seja lá aonde eles estão), por terem dado a luz e criado a minha alma gêmea! Desejo poder amá-los como amo muito os meus pais!

Muitas das coisas que escrevi neste post eu já tinha em mente, porém, me foi reforçado ao ler o livro “ASSIM SE CONCRETIZA O AMOR” do mestre Masaharu Taniguchi, fundador da SEICHO-NO-IE!

ASSIM SE CONCRETIZA O AMOR - Livro de Masaharu Taniguchi.
ASSIM SE CONCRETIZA O AMOR – Foto de Elson Diogo Masuzawa

Bom, é isso! Até a próxima!

E nunca se esqueçam! O maior de todos os tesouros são os seus sonhos!
Abraços!

Valores das pessoas

Post escrito originalmente em 23 de janeiro de 2013.


Olá para todos! 🙂 Como estão?

No post de hoje falarei sobre os valores das pessoas atualmente. Esse tema surgiu numa conversa que tive com a Yuki~chan (na época em que este post foi originalmente escrito.), o que me fez pensar sobre o assunto.

Valores das pessoas
Foto retirada deste blog.

Quais são os valores das pessoas hoje? O que elas valorizam? O que importa realmente para elas? Quanto vale uma vida hoje? Eu não consigo entender completamente o que as pessoas sentem hoje. Sua visão em relação aos sentimentos como amor, amizade, raiva, etc.

Amar alguém é tão maravilhoso! Mas, quanto vale um “te amo hoje? Já que isto é dito tão despreocupadamente à qualquer pessoa, apenas como objetivo de conseguir uns beijos ou ir para a cama.

Casal Sensual
Foto retirada deste blog.

Beijo e sexo são, na realidade demonstrações de amor verdadeiro. Deveriam ser feitos apenas quando há sentimentos sinceros entre o casal. Esses valores, infelizmente, parecem ser antiquados nos dias de hoje. Não digo que o sexo deva ser feito apenas depois do casamento, pois há matrimônio sem amor. O que digo, é que deveriam fazê-lo somente quando há envolvimento real, profundo e recíproco. Embora eu ache bonito as pessoas que se guardam para a pessoa especial, no “pós-casamento”. No entanto, as pessoas “usam” umas as outras apenas para obterem prazer próprio.

Um exemplo que considero absurdo, foi aquela moça que leiloou sua virgindade. Não tenho palavras para descrever o tamanho do meu pasmar! Não conheço a moça, sei que não é da minha conta, afinal, o corpo é dela. Porém, fico assustado com o quanto ela mesma não se valoriza. Não a estou julgando e nem dizendo que é errado, apenas chocou os meus princípios. Ao meu ver, isso não é nada diferente das moças que vendem seu corpo na prostituição. Também não estou julgando as moças que se prostituem, cada um tem os seus motivos/gostos. Apenas estou analisando pelos meus valores, que não são, em absoluto, os mais corretos.

Além disso, a vida também é menosprezada, talvez até mais que o corpo. Pessoas são mortas por tão pouco. Como, por exemplo, no caso do jovem campineiro que foi assassinado por causa de R$7,00.

Antigamente, casos de assassinatos como este, eram absurdos, causavam revoltas e pessoas ficavam impressionadas. Hoje, percebo certo descaso com relação a esses tipos de notícias. Um sentimento do tipo “Ah! Só mais um que morreu!”. Tornou-se algo banal. Segundo li em um livro do Dr. Augusto Cury, isso é um processo chamado psico-adaptação. No entanto, não é bom nos psico-adaptarmos à violência.

Violência
Foto retirada deste site.

Por outro lado, penso nas pessoas que cometem esse tipo de crime. Será que elas não sentem nada? Como conseguem apagar a chama de uma vida de forma tão simples? Não sabem que uma vida não tem preço? Que junto com a vida dessa pessoa, ela está arruinando a vida dos pais, parentes e familiares da vítima? Fora a tristeza dos amigos e conhecidos? Será que elas não sabem que a pessoa assassinada tinha sonhos? Tinha vontades? Tinha uma vida inteira pela frente? Meu objetivo não é julgá-las. Creio que o ideal seria compreender a raiz dessa lógica de pensamentos e atitudes (errôneas, ao meu entender), para encontrarmos soluções mais efetivas. Julgar nunca é o melhor a ser feito.

Uma das possibilidades que penso, é que talvez o egoísmo seja tão grande, que não se consegue mais enxergar que outras pessoas também possuem sentimentos, que estão vivas, amam e são amadas, são semelhantes, seres da mesma espécie, que faz parte de um mesmo todo.

Outra atitude comum, que me assusta, nos dias de hoje, são as pessoas que se aproximam uma das outras, mas não por gostarem desta, ou por amizade, mas sim por terem algum interesse. Se não houver algum ganho ou vantagem, não há mais motivos para se aproximarem, afastando-se de forma, muitas vezes, rude e/ou brusca.

Quantas pessoas me procuram quando precisam de minha ajuda, mas depois que tudo se resolve, sequer me respondem um SMS ou e-mail?

Há também, os que se aproveitam dos sentimentos que a outra tem por ela para usarem-na, e depois que ela está bem, apenas os descartam? Acho que, se não há intenção de corresponder os sentimentos de alguém, dar esperanças a este é a maior das crueldades.

O egoísmo torna as pessoas mais fechadas, pois não importa nada que não tenha a ver com seu próprio bem-estar e interesses. Isso faz com que a confiança seja frágil. Não é a toa que o ciúmes entre casais está cada vez mais forte, já que a traição é cada vez mais comum.

Algo que acho estranho, e que vejo acontecer mais aqui no Brasil, é quando uma pessoa é traída, quem traiu é bem-visto, sendo chamada de esperta. Enquanto a pessoa que foi traída é vista como trouxa, corna e outras muitas qualidades negativas, sendo motivo de risos. No Japão, pelo que sei, ser um traidor é uma vergonha, e todos apontam essa pessoa com desprezo, enquanto quem foi traído é visto como vítima, o que para mim, faz mais sentido.

Não digo que todas as pessoas estão assim, pois conheço muita gente que ainda não agem desta maneira. Mas me entristeço ao ver a nova geração vendo esses “novos valores” como normal. As crianças estão todas muito superficiais.

Aí entra outro aberração que vejo na mídia, que se chama Big Brother Brasil! O famoso BBB. Acompanhei as primeira edições, achava diferente, o público votava nos participantes por conta das atitudes destes dentro da casa. No entanto, atualmente, ocorre a escolha de alguns participantes que vão entrar na casa, apenas pela sua aparência, como ocorreu nesta edição que está em andamento atualmente (na época em que o post original foi escrito).

Seis pessoas ficaram numa sala de vidro por alguns dias, no meio do Shopping Parque Santana, como se fossem produtos em uma vitrine, e o público que anda pelo local apenas olham a aparência delas e votam em quem acham que deve entrar na casa do BBB. Via-se muitas crianças votando, ou seja, estamos ensinando nossas crianças, futuro e esperança de nossa nação, a julgarem as pessoas pela aparência, uma atitude de pessoa superficial.

Julgando a aparência
Imagem retirada deste blog.

Falando nas crianças, onde está a educação? Será que estamos ensinando os pequeninos a serem pessoas valorosas, de bem, com princípios admiráveis; preparando-as para serem pessoas melhores, que enxergam o próximo com respeito e dignidade? Ou só há a preocupação desta ter um aprendizado adequado para fazer a faculdade que o(a) levará para um emprego que lhes rendam uma boa remuneração e/ou bom status?

Além disso, será que não está havendo uma superproteção dos pais, onde qualquer reclamação das crianças em relação aos professores/escola, é motivo para estes irem brigar com os responsáveis pela educação? Muitas vezes, sem querer saber se seus filhos tem alguma falta, apenas criticam a escola e seus professores, culpando-os. Creio eu que não seja dessa forma que as crianças aprenderão a ser pessoas direitas. Mesmo porque, a educação inicia-se no lar.

Existem vários assuntos que poderiam ser abordados, relacionando-se aos valores das pessoas nos dias de hoje. Apenas pincelei alguns pontos. Não vou me aprofundar e nem apresentar todos os pontos, por questão de tamanho do texto mesmo. Inclusive, minha conversa com a Yuki não foi tão aprofundada assim, mas foi o que me fez escrever este post.

No entanto, quero que com este, quem conseguir ler até aqui (aliás, muito obrigado!), que refletisse um pouco sobre tudo isso. Será que estamos pensando suficientemente nas pessoas ao nosso redor? Ou estamos tão preocupados com nossos objetivos, sonhos, bem-estar e problemas, que estamos nos esquecendo que todos somos humanos, e todos também possuem preocupações? Será que, sem perceber, não estamos passando por cima dos sentimentos de alguém? É preciso lembrar que nosso modo de agir influencia muito quem está conosco. Estamos reparando se nossa atitude está machucando ou preocupando alguém? Estamos enxergando, se as pessoas que lhes são importantes estão bem? Se não estão tristes ou com problemas?

Vamos construir um futuro melhor para a nova geração? Esse é meu pedido a quem ler este singelo artigo.

Bom, por hoje é só!

E nunca se esqueçam! O maior de todos os tesouros são os seus sonhos!

Abraços!

Você sabe o que significa FAMÍLIA em inglês?

Post escrito originalmente em 12 de maio de 2012.


Olá para todos! Como vão? 🙂

Hoje vou falar de um e-mail que recebi de minha querida e eterna professora Flailda, sobre o significado de família em inglês: “family“.

Tropecei em um estranho que passava e lhe pedi perdão. Ele respondeu: “desculpe-me, por favor; também não a vi.” Fomos muito educados, seguimos nosso caminho e nos despedimos.

Mais tarde, eu estava cozinhando e meu filho estava muito perto de mim. Ao me virar quase esbarro nele. Imediatamente gritei com ele; ele se retirou sentido, sem que eu notasse o quão dura que lhe falei.

Ao me deitar Deus me disse suavemente: “Você tratou a um estranho de forma cortês, mas destratou o filho que você ama. Vá a cozinha e irá encontrar umas flores no chão, perto da porta. São as flores que ele cortou e te trouxe: rosa, amarela e azul. Estava calado para te entregar, para fazer uma surpresa e você não viu as lágrimas que chegaram aos seus olhos…”. Me senti miserável e comecei a chorar. Suavemente me aproximei de sua cama e lhe disse: “Acorde querido! Acorde! Estas são as flores que você cortou para mim?” Ele sorriu e disse: “Eu as encontrei junto de uma árvore, e as cortei, porque são bonitas como você, em especial a azul.” Filho, sinto muito pelo que disse hoje, não devia gritar com você. Ele respondeu: “está bem mamãe, te amo de todas as formas.” Eu também te amo e adorei as flores, especialmente a azul…

Entenda que se você morrer amanhã, em questão de dias a empresa onde você trabalha cobrirá seu lugar. Porém, a Família que deixamos sentirá a perda pelo resto da vida. Pense neles, porque geralmente nos entregamos mais ao trabalho que a nossa Família. Será que não é uma inversão pouco inteligente?

Então, que há detrás desta história? Você sabe o significado de Família em inglês?

F A M I L Y: “Father And Mother I Love You” (Papai e Mamãe, eu os amo).

Compartilhe essa mensagem com quem você se importa. Se você não fizer, ninguém morrerá, nenhuma tragédia ocorrerá, mas perderá a oportunidade de dizer aos demais: pense mais em sua Família.

QUE DEUS ILUMINE E PROTEJA TODAS AS FAMÍLIAS!!!

Já falei sobre cuidar dos pais e avós no post anterior, e esse e-mail reforça mais uma vez a importância da família! Desta vez sob um ponto de vista diferente do de antes.

Muitas vezes estamos tão ocupados com o trabalho, estudos e/ou com outras atividades do dia a dia, que também têm a sua importância, e acabamos esquecendo-nos do mais essencial em nossas vidas: a família!

Nos preocupamos em tratar bem as pessoas que não conhecemos, em agradar e sermos prestativos com nossos chefes, superiores e colegas de trabalho (o que deve ser feito, com certeza), mas não deveríamos deixar de fazer o mesmo com nossas famílias, com as pessoas que amamos.

Deveríamos entender que quando nosso lar (família) está em harmonia, nossa vida, automaticamente, se harmoniza também.

Bom, por hoje é só!

E nunca se esqueçam! O maior de todos os tesouros são os seus sonhos!

Abraços!

A tirinha que emocionou o mundo

Post escrito originalmente em 29 de abril de 2011.


Olá a todos!! 🙂 Como vão?

Hoje transcreverei e comentarei sobre um e-mail, enviado por meu pai, que realmente me emocionou!

Vou transcrevê-lo a seguir:

A tirinha que emocionou o mundo

“Quando você era bem pequeno…

…eles gastavam horas lhe ensinando a usar talheres nas refeições…

… ensinando você a se vestir, amarrar os cadarços dos sapatos, fechar os botões da camisa…

… Limpando-o quando você sujava suas fraldas, lhe ensinando a lavar o rosto, a se banhar, a pentear seus cabelos…

…lhe ensinando valores humanos…

Por isso…

…quando eles ficarem velhos um dia… e seria bom que todos pudessem chegar até aí (não preciso explicar…não é?)

…quando eles começarem a ficar mais esquecidos e demorarem a responder…

…não se chateie com eles…

…quando eles começarem a esquecer de fechar botões da camisa, de amarrar cadarços de sapato…

…quando eles começarem a se sujar nas refeições…

…quando as mãos deles começarem a tremer enquanto penteiam cabelo…

…por favor, não os apresse…porque você está crescendo aos poucos, e eles envelhecendo…

…basta sua presença

… sua paciência

… sua generosidade

… sua retribuição…

…para que os corações deles fiquem aquecidos…

…se um dia eles não conseguirem se equilibrar ou caminhar direito…

…segure firme as mãos deles e os acompanhe bem devagar respeitando o ritmo deles durante a caminhada

… da mesma forma como eles respeitaram o seu ritmo quando lhe ensinaram a andar

… fique perto deles

…assim como…

…eles sempre estiveram presentes em sua vida, sofrendo por você

… torcendo por você

… e vivendo “POR VOCÊ”

“Não eduque seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz.

Assim ele saberá o VALOR das coisas e não o seu PREÇO”

(Max Gehringer)

Esse texto é simplesmente incrível!

Pai & Filho
Pai & Filho – Imagem retirada deste site.

Acho que todos deveriam repensar um pouco nas atitudes em relação aos pais. Na verdade, não só aos pais, mas avós também! (Vejam este post!).

É importante agradecermos sempre a nossos pais! Afinal, e em primeiro lugar, eles lhe deram a vida! Já é algo maravilhoso, não? Além disso, cuidaram de você, ensinaram, deram bronca quando deveriam… fizeram de tudo por você!

No entanto, muitas pessoas se esquecem disso quando crescem, e os pais envelhecem… Muitos filhos não tem paciência com seus pais, dão bronca, reclamam, e na pior da hipótese até brigam ou agridem… Esquecem-se de todo o carinho e dedicação que os pais deram durante toda a vida.

Muito podem dizer: “Meus pais não me deram carinho!” ou “Meus pais não me ensinaram nada!” ou até “Meus pais fizeram isso ou aquilo que me prejudicou!”… Não se esqueçam que os pais também são seres humanos! E como todo ser humano, eles também erram!

Avós & Netos
Avós & Netos – Imagem retirada deste site.

Mesmo que os pais não sejam carinhosos, ou mesmo que eles não sejam os melhores pais do mundo, acho essencial agradecê-los! Foram eles que lhes permitiram vir a este mundo! E você, que está lendo isso, seja quem for, é uma pessoa maravilhosa, com certeza! E sendo essa pessoa maravilhosa, certamente está fazendo a diferença para muitas e muitas pessoas, portanto, o agradecimento a seus pais é essencial! É nisso que acredito!

É importante também agradecer aos avós, e aos antepassados (bisavós, trisavós, etc…), pois graças à eles que sua família existe, seus avós existem, seus pais existem e você existe!

Cuidar bem dos pais é o primeiro passo para a felicidade!

Quero encerrar este post agradecendo aos meus queridos e amados pais! São os mehores pais do mundo! Aconselham-me, se preocupam comigo e fazem o máximo por mim! Devo muito a eles e agradeço a eles de todo o meu coração! MUITO OBRIGADO POR TUDO!

Por hora é só!

E nunca se esqueçam! O maior de todos os tesouros são os seus sonhos!

Abraços!